Nas tintas, quase sempre aparecem frutas vermelhas

As imagens abaixo revelam os aromas de seu vinho tinto:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

7 coisas que você precisa saber sobre os aromas do vinho

abre

Você tem algum amigo que pega a taça de vinho, enfia no nariz e fica dizendo coisas no estilo “aroma de frutas vermelhas”, “com um toque de chocolate” ou “algo de mineral”? Será que ele não está inventando tudo para parecer bacana? Pode ser. Muita gente repete feito papagaio o que lê nos contra-rótulos das garrafas. Não parece bacana, parece chato. No entanto, de fato, no vinho existem centenas de componentes aromáticos já identificados em laboratórios de química. Outros tantos, ainda não foram isolados em laboratório, mas são reconhecidos há anos por degustadores profissionais experientes (veja posts Nas tintas, quase sempre aparecem frutas vermelhas e Brancas podem ser muito aromáticas). E qualquer um com um nariz normal é capaz de perceber boa parte deles.  Basta treinar. Mas para que saber se o vinho tem notas cítricas ou aroma de mel? Não que o mundo precise de mais um enochato, mas saber reconhecer aromas é importante para conseguir identificar o estilo de vinho de que você gosta. Só assim fica um pouco menos difícil comprar uma garrafa que você não conheça. Fora que é um grande prazer! Confesso, porém, que vicia. Não é muito difícil me pegarem com a cara enfiada numa taça de vinho como um noia numa lata de cola. Para mim, cheirar o vinho às vezes é até mais gostoso do que bebê-lo.  Tento não ser a chata da mesa, não ficar fazendo comentários. Mas, às vezes, escapa.

A seguir algumas dicas que vão ajudá-lo a se tornar um cheirador de primeira:

Continuar lendo